Deus na Pessoa do Espírito Santo: Palavra que vivifica ! Salmos 119.49

sábado, 30 de dezembro de 2017

Vida eterna ! Tessal.

– Capítulo 4

1 Finalmente, irmãos, vos rogamos e exortamos no Senhor Jesus que, como aprendestes de nós de que maneira deveis andar e agradar a Deus, assim como estais fazendo, nisso mesmo abundeis cada vez mais.   
2 Pois vós sabeis que preceitos vos temos dado pelo Senhor Jesus.   
3 Porque esta é a vontade de Deus, a saber, a vossa santificação: que vos abstenhais da prostituição,   
4 que cada um de vós saiba possuir o seu vaso em santidade e honra,   
5 não na paixão da concupiscência, como os gentios que não conhecem a Deus;   
6 ninguém iluda ou defraude nisso a seu irmão, porque o Senhor é vingador de todas estas coisas, como também antes vo-lo dissemos e testificamos.   
7 Porque Deus não nos chamou para a imundícia, mas para a santificação.   
8 Portanto, quem rejeita isso não rejeita ao homem, mas sim a Deus, que vos dá o seu Espírito Santo.   
9 Quanto, porém, ao amor fraternal, não necessitais de que se vos escreva, visto que vós mesmos sois instruídos por Deus a vos amardes uns aos outros;   
10 porque certamente já o fazeis para com todos os irmãos que estão por toda a Macedônia. Exortamo-vos, porém, irmãos, a que ainda nisto abundeis cada vez mais,   
11 e procureis viver quietos, tratar dos vossos próprios negócios, e trabalhar com vossas próprias mãos, como já vo-lo mandamos,   
12 a fim de que andeis dignamente para com os que estão de fora, e não tenhais necessidade de coisa alguma.   
13 Não queremos, porém, irmãos, que sejais ignorantes acerca dos que já dormem, para que não vos entristeçais como os outros que não têm esperança.   
14 Porque, se cremos que Jesus morreu e ressurgiu, assim também aos que dormem, Deus, mediante Jesus, os tornará a trazer juntamente com ele.   
15 Dizemo-vos, pois, isto pela palavra do Senhor: que nós, os que ficarmos vivos para a vinda do Senhor, de modo algum precederemos os que já dormem.   
16 Porque o Senhor mesmo descerá do céu com grande brado, à voz do arcanjo, ao som da trombeta de Deus, e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro.   
17 Depois nós, os que ficarmos vivos seremos arrebatados juntamente com eles, nas nuvens, ao encontro do Senhor nos ares, e assim estaremos para sempre com o Senhor.   
18 Portanto, consolai-vos uns aos outros com estas palavras.

Eu resolvi esperar

Existe um movimento entre a nova geração chamado 'Eu Escolhi Esperar'. Como é legal ver jovens e adolescentes que decidiram se guardar sexualmente no meio de uma cultura imediatista, permeada por sexo e incentivadora da cultura do “matar o desejo”.
Mas infelizmente, quando se trata de casamento, o desafio não é só “esperar”. É preciso também trabalhar e amadurecer! O casamento e tudo que se vive nele, não depende só da espera. Tenho aconselhado muitos jovens que se casaram virgens, ou até namoraram com “corte”, mas que no primeiro ou segundo ano de casamento já estão buscando o divórcio. Os motivos maiores se encontram no coração egoísta de uma geração que vive a tirania da felicidade ou da realização pessoal e na postura de imaturidade em tudo que se refere a 'trabalho'.
A bíblia diz que casamento é coisa de gente grande, é preciso “deixar pai e mãe” para tornar-se “uma só carne”. Isso significa que é preciso ser minimamente maduro para se assumir um lar. Isso envolve maturidade emocional, espiritual e financeira.

Muitos jovens estão se casando sem cumprir os ciclos antes do casamento. São emocionalmente frágeis, espiritualmente perdidos e financeiramente desestruturados. O sábio disse: Termine primeiro o seu trabalho a céu aberto; deixe pronta a sua lavoura. Depois constitua família (Provérbios 24.27). Isso significa que preciso completar ciclos importantes da vida antes de casar, como pensar e trabalhar pelo sustento antes do casamento. Isso não significa ter muita grana, ser rico, mas é necessário o mínimo para deixar pai e mãe e assumir um lar. Muitos falam da “estabilidade” financeira, mas a palavra estabilidade significa firmeza, constância. Você pode ter estabilidade financeira ganhando pouco, isso depende da sua "firmeza" no lidar com as finanças, impulsos, desejos consumistas e criar um padrão simples, seguro para sua família, esposa e filhos.
O problema é que por serem imediatistas, egoístas e mimados, muitos jovens tem encontrado problemas no que se refere ao trabalho. Vivem em busca de fantasias e atalhos, um trabalho que “os realize pessoalmente” e que dê muito dinheiro com o mínimo esforço. Sua máxima é “faça o que você gosta e então nunca precisará trabalhar”. Isso é ridículo! Deveríamos dizer “Gostando ou não do que você faz, faça o melhor, dê o seu melhor”. O segredo do crescimento em qualquer área da vida tem a ver com dedicação, esforço, submissão e busca pela excelência. Não existem atalhos!

Precisamos entender que nenhum trabalho é insignificante e que, como disse Tim Keller, "todo e qualquer trabalho humano não é apenas uma tarefa, mas um serviço que prestamos ao próprio Deus". Vocação não é fazer o que nós gostamos, mas fazer aquilo que Deus nos chamou pra fazer! Pare de perguntar "o que Deus quer de mim?" e comece a dar o seu melhor onde você está! Entenda que Deus te colocou aí, e que através desse trabalho duro você está sendo trabalhado: “o trabalhador faz a coisa e a coisa faz o trabalhador”, disse Vinicius de Moraes. Trabalhar é bom e nos faz amadurecer!

Casamento também dá muito trabalho. Na busca pela felicidade muitas jovens hoje querem se casar, mas não querem ser esposas. Muito meninos querem se casar mas não querem assumir a responsabilidade de serem maridos, líderes espirituais, pastoreando suas esposas e filhos. Jovens que querem viver um grande amor, mas que não entendem que a química não basta, é preciso muito trabalho, dedicação e sacrifício. Esse é o problema, estamos diante de uma geração que tem dificuldade em “construir”, porque recebeu durante toda a vida as coisas prontas, de mão beijada. É uma geração que abre mão de qualquer coisa tão logo começa a doer ou exige renúncia. Trabalhar dá trabalho. Amar também dá trabalho.

É por isso que não basta esperar, é preciso trabalhar, amadurecer, amar e se submeter. É isso que Jesus nos ensina. Portanto, CRESÇA! Se você tem tido dificuldades, procure ajuda, procure um mentor. E entre nessa campanha também: Eu escolhi trabalhar!

Texto Original: Eu escolhi trabalhar
Autor: Tiago Mattes

quarta-feira, 27 de dezembro de 2017

coração são laços e redes... Eclesiástes – Capítulo 7

1 Melhor é o bom nome do que o melhor ungüento, e o dia da morte do que o dia do nascimento.   
2 Melhor é ir à casa onde há luto do que ir a casa onde há banquete; porque naquela se vê o fim de todos os homens, e os vivos o aplicam ao seu coração.   
3 Melhor é a mágoa do que o riso, porque a tristeza do rosto torna melhor o coração.   
4 O coração dos sábios está na casa do luto, mas o coração dos tolos na casa da alegria.   
5 Melhor é ouvir a repreensão do sábio do que ouvir alguém a canção dos tolos.   
6 Pois qual o crepitar dos espinhos debaixo da panela, tal é o riso do tolo; também isso é vaidade.   
7 Verdadeiramente a opressão faz endoidecer até o sábio, e a peita corrompe o coração.   
8 Melhor é o fim duma coisa do que o princípio; melhor é o paciente do que o arrogante.   
9 Não te apresses no teu espírito a irar-te, porque a ira abriga-se no seio dos tolos.   
10 Não digas: Por que razão foram os dias passados melhores do que estes; porque não provém da sabedoria esta pergunta.   
11 Tão boa é a sabedoria como a herança, e mesmo de mais proveito para os que vêem o sol.   
12 Porque a sabedoria serve de defesa, como de defesa serve o dinheiro; mas a excelência da sabedoria é que ela preserva a vida de quem a possui.   
13 Considera as obras de Deus; porque quem poderá endireitar o que ele fez torto?   
14 No dia da prosperidade regozija-te, mas no dia da adversidade considera; porque Deus fez tanto este como aquele, para que o homem nada descubra do que há de vir depois dele.   
15 Tudo isto vi nos dias da minha vaidade: há justo que perece na sua justiça, e há ímpio que prolonga os seus dias na sua maldade.   
16 Não sejas demasiadamente justo, nem demasiadamente sábio; por que te destruirias a ti mesmo?   
17 Não sejas demasiadamente ímpio, nem sejas tolo; por que morrerias antes do teu tempo?   
18 Bom é que retenhas isso, e que também daquilo não retires a tua mão; porque quem teme a Deus escapa de tudo isso.   
19 A sabedoria fortalece ao sábio mais do que dez governadores que haja na cidade.   
20 Pois não há homem justo sobre a terra, que faça o bem, e nunca peque.   
21 Não escutes a todas as palavras que se disserem, para que não venhas a ouvir o teu servo amaldiçoar-te;   
22 pois tu sabes também que muitas vezes tu amaldiçoaste a outros.   
23 Tudo isto provei-o pela sabedoria; e disse: Far-me-ei sábio; porém a sabedoria ainda ficou longe de mim.   
24 Longe está o que já se foi, e profundíssimo; quem o poderá achar?   
25 Eu me volvi, e apliquei o meu coração para saber, e inquirir, e buscar a sabedoria e a razão de tudo, e para conhecer que a impiedade é insensatez e que a estultícia é loucura.   
26 E eu achei uma coisa mais amarga do que a morte, a mulher cujo coração são laços e redes, e cujas mãos são grilhões; quem agradar a Deus escapará dela; mas o pecador virá a ser preso por ela. 
27 Vedes aqui, isto achei, diz o pregador, conferindo uma coisa com a outra para achar a causa;   
28 causa que ainda busco, mas não a achei; um homem entre mil achei eu, mas uma mulher entre todas, essa não achei.   
29 Eis que isto tão-somente achei: que Deus fez o homem reto, mas os homens buscaram muitos artifícios.

sábado, 23 de dezembro de 2017

Glorioso és Senhor !!!

Salmos – Capítulo 29

1 Tributai ao Senhor, ó filhos dos poderosos, tributai ao Senhor glória e força.   
2 Tributai ao Senhor a glória devida ao seu nome; adorai o Senhor vestidos de trajes santos.   
3 A voz do Senhor ouve-se sobre as águas; o Deus da glória troveja; o Senhor está sobre as muitas águas.   
4 A voz do Senhor é poderosa; a voz do Senhor é cheia de majestade.   
5 A voz do Senhor quebra os cedros; sim, o Senhor quebra os cedros do Líbano.   
6 Ele faz o Líbano saltar como um bezerro; e Siriom, como um filhote de boi selvagem.   
7 A voz do Senhor lança labaredas de fogo.   
8 A voz do Senhor faz tremer o deserto; o Senhor faz tremer o deserto de Cades.   
9 A voz do Senhor faz as corças dar à luz, e desnuda as florestas; e no seu templo todos dizem: Glória!   
10 O Senhor está entronizado sobre o dilúvio; o Senhor se assenta como rei, perpetuamente.   
11 O Senhor dará força ao seu povo; o Senhor abençoará o seu povo com paz. 

Nosso refúgio / Salmos – Capítulo 46


1 Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na angústia.  
 
2 Pelo que não temeremos, ainda que a terra se mude, e 

ainda que os montes se projetem para o meio dos mares;  
 
3 ainda que as águas rujam e espumem, ainda que os montes se abalem pela sua braveza.   

4 Há um rio cujas correntes alegram a cidade de Deus, o 

lugar santo das moradas do Altíssimo. 
  
5 Deus está no meio dela; não será abalada; Deus a ajudará desde o raiar da alva.   

6 Bramam nações, reinos se abalam; ele levanta a sua voz,

 e a terra se derrete.  
 
7 O Senhor dos exércitos está conosco; o Deus de Jacó é o nosso refúgio.   

8 Vinde contemplai as obras do Senhor, as desolações que 

tem feito na terra.   

9 Ele faz cessar as guerras até os confins da terra; quebra o arco e corta a lança; queima os carros no fogo. 
  
10 Aquietai-vos, e sabei que eu sou Deus; sou exaltado 

entre as nações, sou exaltado na terra. 
  
11 O Senhor dos exércitos está conosco; o Deus de Jacó é o nosso refúgio

quarta-feira, 8 de novembro de 2017

Homem: o ponto de vista da Bíblia Sagrada!

 As Escrituras Sagradas não exibem uma antropologia rica em formas e detalhes. A Bíblia jamais propõe elaborar ciência sobre o ser humano e o Ser Divino. Dá ênfase à plena demonstração histórica das ligações da criatura humana e seu Criador. Todavia, no centro desse relato da procura do celestial, particularmente, a Bíblia apresenta muitas delineações antropológicas. À medida que os filósofos retratam o homem como “animal racional”, a Bíblia o apresenta como “imagem de Deus”.

terça-feira, 24 de outubro de 2017

Deus O Criador

O  PREÇO DA GRAÇA DE DEUS | | De que modo uma pessoa é salva? É por benemerência dela? É pelas façanhas que ela produz? É pela penitência que ela pratica? Açoitando o corpo, indo viver dentro do convento, fazendo sacrifício numa vida de ascetismo?  Não é nada disso, pois a salvação é um presente de Deus, é uma dádiva; a salvação chega até nós por meio da graça divina, é um favor do Senhor que não merecemos.

Por mais religiosa que a pessoa seja, ela nunca alcançará a salvação por mérito próprio. Mesmo que possua boas intenções é reprovada ao passar pelo exame justo do Senhor. Então, Deus em seu imenso amor nos oferece a maravilhosa graça, para que não pereçamos.

Graça é aquilo que não somos dignos de ganhar e necessitamos, não merecemos a salvação e, no entanto precisamos dela. A graça é um favor imerecido que Deus oferece aos homens. Ninguém será salvo por mérito próprio, porque o modelo de vida para ser salvo é viver sem pecar. O homem não é perfeito, mesmo que se esforce para cumprir a Lei de Deus, tropeça em diversos pontos e é culpado da Lei em sua íntegra. O ser humano é incapaz de ser perfeito quanto às obras, pois tropeça em suas obras, falha quando fala e falha ao pensar.

O termo "graça" traz a ideia errada de coisa gratuita, o que leva a pensar que é coisa insignificante e sem valor.  Mas, mesmo oferecida ao ser humana sem a cobrança de preço algum, ela custou muito caro para Deus e para Jesus Cristo. Como o ser humano é incapaz de salvar a si mesmo, por Deus não deixar passar desapercebida à quebra da sua lei e à violação da sua justiça, enviou o seu Filho único, que jamais pecou, para morrer no lugar de todos os pecadores. Deus lançou sobre Jesus os nossos pecados, e Jesus levou os nossos pecados até a cruz e lá na cruz Jesus rasgou o escrito das nossas dívidas e as pagou – morrendo em lugar de toda a humanidade pecadora. E assim Jesus pôde bradar: “está consumado”, isto é, a dívida está paga. Desta maneira, o ser humano alcança a graça, que não foi gratuita para Deus e nem para Cristo, custou um preço muito caro , custou o derramamento do sangue de Jesus Cristo na cruz, como o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo.

Pense nisso.

sexta-feira, 20 de outubro de 2017

Respeito ao outro - 1Tim.5

1Não repreendas o idoso com aspereza, mas admoesta-o como a um pai; bem como aos jovens, como a irmãos; 2às mulheres idosas, como a mães; às jovens, como a irmãs, com toda a pureza. 
3Tratai com toda atenção as viúvas que, de fato, são necessitadas de ajuda. 4Todavia, se alguma viúva tiver filhos ou netos, que estes aprendam primeiramente a colocar a sua religião em prática, zelando por sua própria família e retribuindo os bens recebidos de seus pais e avós, pois isso é agradável diante de Deus. 5A viúva realmente necessitada e sem amparo espera em Deus e persevera noite e dia em suas orações e súplicas; 6no entanto, a que somente busca prazeres, embora esteja viva, na realidade está morta. 7Ordena esses procedimentos, para que elas sejam irrepreensíveis. 8Contudo, se alguém não cuida dos seus, especialmente dos de sua própria família, este tem negado a fé e se tornou pior que um descrente. 
9Portanto, deve ser inscrita na relação das viúvas apenas aquela que contar com mais de sessenta anos, e que tenha sido esposa de um só marido, 10cujas boas obras possam lhe servir de bom testemunho, tais como se criou filhos, se exerceu hospitalidade, se lavou humildemente os pés dos santos, se socorreu os atribulados, e se praticou todo tipo de boa obra. 11Mas não inclua as viúvas mais jovens, pois quando as paixões sensuais as afastam de Cristo, querem casar-se 12e, por violar o primeiro compromisso de fé, tornam-se condenáveis. 13Mais do que isso, aprendem também a ser desleixadas em relação ao trabalho, perambulando de casa em casa, e não somente dadas ao ócio, mas também fofoqueiras e indiscretas, comentando assuntos que não lhes dizem respeito. 14Sendo assim, aconselho que as viúvas mais jovens se casem, tenham filhos, administrem suas próprias casas e não dêem ao inimigo nenhum pretexto para maledicência. 15Algumas, de fato, já se desviaram, seguindo a Satanás. 16Se uma mulher crente tem viúvas em sua família, esta deve cooperar com elas. Evitai que a igreja seja sobrecarregada com o trabalho de ajudá-las. As viúvas realmente desamparadas são as que devem receber a ministração desse auxílio por parte da igreja. 
17Os presbíteros que administram bem a igreja são dignos de dobrados honorários, principalmente os que se dedicam ao ministério da pregação e do ensino. 18Porquanto, afirma a Escritura: “Não amordaces a boca do boi quando estiver debulhando o cereal”, e ainda, “digno é o trabalhador do seu salário”. 19Não aceites acusação contra um presbítero, se não houver mais duas ou três testemunhas. 20Quanto aos que vivem na prática do pecado, repreende-os na presença de todos, para que os outros, de igual maneira, se encham de temor. 
21Eu te exorto solenemente, diante de Deus, de Cristo Jesus e dos anjos eleitos a que procures obedecer todas essas instruções sem parcialidade; e não faças nada por partidarismo. 22Não imponhas as mãos precipitadamente sobre alguém, nem participes dos pecados dos outros; conserva-te, pois, em pureza de vida. 
23Por causa do teu estômago e das tuas frequentes enfermidades, não bebas somente água, mas também um pouco de vinho. 
24Os pecados de alguns homens aparecem antes mesmo de serem julgados; os de outros são descobertos depois. 25Da mesma forma, as boas obras se tornam evidentes, enquanto as obras más não podem permanecer ocultas

quarta-feira, 11 de outubro de 2017

Atalaia de verdade. Ezequiel 33


O dever do verdadeiro Atalaia

E veio a mim a palavra do SENHOR, dizendo:

Filho do homem, fala aos filhos do teu povo, e dize-lhes: Quando eu fizer vir a espada sobre a terra, e o povo da terra tomar um homem dos seus termos, e o constituir por seu atalaia;

E, vendo ele que a espada vem sobre a terra, tocar a trombeta e avisar o povo;

Se aquele que ouvir o som da trombeta, não se der por avisado, e vier a espada, e o alcançar, o seu sangue será sobre a sua cabeça.

Ele ouviu o som da trombeta, e não se deu por avisado, o seu sangue será sobre ele; mas o que se dá por avisado salvará a sua vida.

Mas, se quando o atalaia vir que vem a espada, e não tocar a trombeta, e não for avisado o povo, e a espada vier, e levar uma vida dentre eles, este tal foi levado na sua iniqüidade, porém o seu sangue requererei da mão do atalaia.

A ti, pois, ó filho do homem, te constituí por atalaia sobre a casa de Israel; tu, pois, ouvirás a palavra da minha boca, e lha anunciarás da minha parte.

Se eu disser ao ímpio: O ímpio, certamente morrerás; e tu não falares, para dissuadir ao ímpio do seu caminho, morrerá esse ímpio na sua iniqüidade, porém o seu sangue eu o requererei da tua mão.

Mas, se advertires o ímpio do seu caminho, para que dele se converta, e ele não se converter do seu caminho, ele morrerá na sua iniqüidade; mas tu livraste a tua alma.

¶ Tu, pois, filho do homem, dize à casa de Israel: Assim falais vós, dizendo: Visto que as nossas transgressões e os nossos pecados estão sobre nós, e nós desfalecemos neles, como viveremos então?

Dize-lhes: Vivo eu, diz o Senhor DEUS, que não tenho prazer na morte do ímpio, mas em que o ímpio se converta do seu caminho, e viva. Convertei-vos, convertei-vos dos vossos maus caminhos; pois, por que razão morrereis, ó casa de Israel?
Ezequiel 33



O que é Atalaia?

Era o vigia do castelo ou cidade, que ficava em uma torre onde podia ver todo o território ao redor, para assim avisar a população da cidade de qualquer perigo e desse modo desse tempo te se protegerem

Atalaia significa:
“Guarda; ponto alto de onde se vigia; vigia"

Onde ele fica?Qual seu papel?

Ele fica protegido em uma torre alta, onde pode ter uma visão melhor do que acontece ao redor. Sua missão é ver e avisar. O Atalaia era o olheiro da cidade, ele era responsável de ver o perigo chegando, as tropas inimigas se aproximando, para que assim desse tempo da população se proteger . Era ele quem também primeiro via os mensageiros trazendo as boas noticias.

O atalaia assim tinha uma grande responsabilidade, ela tinha que estar sempre atento, não podia dormir no ponto. Outro fator importante era não apenas ver o perigo chegar, ele tinha que avisar, ele era responsável pelas vidas daquelas pessoas que estava dependendo dele.

Os atalaias da bíblia e o de hoje...

Hoje em dia muitos ao nosso redor dependem de nós. Não possuem uma visão “mais ampla”, não conhecem a salvação, não sabem da vida eterna, ainda não estão com suas vidas em torres altas, sobre a rocha, ainda não conheceram a Jesus. Entretanto nós somos os encarregados de Deus. Somos a sua voz, o seu sinal, a trombeta que deve avisar o perigo de não ouvir a Deus, a trombeta que divulga a palavras de Deus.

O Atalaia não estava a toa e um lugar privilegiado, onde se tem uma visão vasta , nós não estamos a toa em nossos lugares, em cada local que Deus nos coloca é para sermos seus testemunhos vivos.

No texto Ezequiel fala da importância de avisarmos aqueles que não sabem do perigo, daqueles que não conhecem a mensagem de Deus. Deus diz que é nosso dever comunicar o ímpio de seus maus caminhos, se o mesmo não ouve, não muda seu agir, este será condenado, mas seu sangue não será sobre nós, ou seja, não será a nossa culpa, pois avisamos. Já se a palavra do senhor vir sobre nós e não a divulgá-la, o ímpio (o que não conhece a Deus), será condenado e a culpa será nossa.

Deus fala que não quer que ninguém seja condenado, Ele deseja que todos sejam salvos (11) “Ele não tem prazer na morte do ímpio.” No texto que lemos fala que nosso dever é dissuadir, ou seja, desenganar, aqueles que estão perdidos, aqueles que estão em perigo. (8)

Não é fácil ser Atalaia...

Os Atalaias eram os principais alvos do inimigo, pois se os mesmos fossem atingidos, as pessoas que dependiam dele iam ficar inseguras, e seriam alvos fáceis.Como castigo o Atalaia que falhasse e deixasse o inimigo atingir o castelo era morto. Da mesma forma hoje em dia não é fácil ser mensageiro da palavra de Deus, pois o diabo sabe que muitas pessoas dependem de nós. Deus também cobrará de nós as pessoas que deixarmos de avisar do perigo.

Deus nos chama para sermos atalaias...

Em Ezequiel 3:17 Deus chama Ezequiel para ser Atalaia “Filho do homem: Eu te dei por atalaia sobre a casa de Israel; e tu da minha boca ouvirás a palavra e avisá-los-ás da minha parte.”Hoje Deus também nos chama para sermos atalaias, sermos seus servos, para sermos “pescadores de almas”, assim como um dia ele chamou seus discípulos. Deus chamou pessoas simples para segui-lo, a única coisa que ele pediu foi que o seguisse.

“E disse-lhes: Vinde após mim, e eu vos farei pescadores de homens.”

Mateus 4 :19
Que sejamos Atalaias e estejamos preparados para ouvir a voz de Deus e poder transmiti-las as pessoas ao nosso redor, pois não foi sem propósito que fomos chamados, e temos a responsabilidade como cristão de transmitir a mensagem de Jesus aos não salvos, cumprindo assim o ultimo mandamento de Cristo. Para tanto devemos estar de coração atento para ouvir a voz de Deus e conhecer a palavra.

“E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura.”

Marcos 16:15

Assim atalaia são Portadores da voz de Deus. Deus nos chamou como pregadores da sua palavra. Temos essa missão, somos responsáveis pelas almas ainda não salvas. Antes de tudo devemos ter amor às almas perdidas e estarmos dispostos a sermos usados por Deus, pois somos apenas um instrumento seu.

quarta-feira, 4 de outubro de 2017

Evangelização no Brasil

Quem são os menos evangelizados no Brasil?

Deus chamou toda a Igreja para proclamar todo o Evangelho em todo o mundo. Há ainda mais de 2.000 povos no mundo sem o conhecimento do Evangelho, cerca de 3.000 línguas sem um verso bíblico em seu idioma e 2 bilhões de pessoas que não conhecem o Senhor Jesus.

No Brasil há oito segmentos reconhecidamente menos evangelizados, sendo sete socioculturais e um socioeconômico.

1. Indígenas
Com 117 etnias sem presença missionária e sem o conhecimento do Evangelho1. Estas etnias, com pouco ou nenhum conhecimento de Cristo, espalham-se por todo o Brasil com forte concentração no Norte e Nordeste2.

2. Ribeirinhos
Na bacia amazônica há 37.000 comunidades ribeirinhas3 ao longo de centenas de rios e igarapés. As pesquisas mais recentes apontam a ausência de igrejas evangélicas em cerca de 10.000 dessas comunidades4.

3. Ciganos (sobretudo da etnia Calon)
Há cerca de 700.000 Ciganos Calon no Brasil5 e apenas 1.000 se declaram crentes no Senhor Jesus. Os Ciganos espalham-se por todo o território nacional nas grandes e pequenas cidades, vivendo em comunidades nômades, seminômades ou sedentárias.

4. Sertanejos
Louvamos a Deus por tudo que tem ocorrido no Sertão nos últimos 10 anos – centenas de assentamentos sertanejos evangelizados e muitas igrejas plantadas. Há, porém, ainda 6.000 assentamentos sem a presença de uma igreja evangélica6.

5. Quilombolas
Formados por comunidades de afrodescendentes que se alojaram em áreas mais ou menos remotas nos últimos 200 anos. Há possivelmente 5.000 comunidades quilombolas no Brasil, sendo 3.524 oficialmente reconhecidas7. Estima-se que 2.000 ainda permaneçam sem a presença de uma igreja evangélica8.

6. Imigrantes
Há mais de 100 países bem representados no Brasil por meio de imigrantes de longo prazo com uma população de quase 300.000 pessoas9. Dentre esses, 27 são países onde não há plena liberdade para o envio missionário ou pregação do Evangelho. Ou seja, dificilmente conseguiríamos enviar missionários para diversos países que estão bem representados entre nós, sobretudo em São Paulo, Brasília, Foz do Iguaçu e Rio de Janeiro.

7. Surdos, com limitações de comunicação 
Há mais de 9 milhões de pessoas nesta categoria em nosso país e menos de 1% se declara crente no Senhor Jesus10. Há pouquíssimas ações missionárias especificamente direcionadas para os surdos em todo o território nacional.

8. Os mais ricos dos ricos e os mais pobres dos pobres
O oitavo segmento não é sociocultural como os demais, mas socioeconômico. Divide-se em dois extremos: os mais ricos dos ricos e os mais pobres dos pobres. As últimas pesquisas nacionais demonstram que a presença evangélica é expressiva nas escalas socioeconômicas que se encontram entre os dois pontos, porém sensivelmente menor nos extremos11. Em alguns Estados brasileiros há três vezes menos evangélicos entre os mais ricos e os mais pobres do que nos demais segmentos socioeconômicos12.

A Igreja de Cristo foi chamada para ser sal da terra e luz do mundo onde estiver e por onde passar (Mt 28.19). Foi-lhe entregue também um critério de prioridade nas ações evangelizadoras: onde Cristo não foi anunciado (Rm 15.20). É, portanto, momento de orar pelo mundo sem Cristo, por a mão no arado e não olhar para trás.

Notas:
1. Departamento de Assuntos Indígenas da Associação de Missões Transculturais do Brasil (DAI/AMTB).
2. Há 32 etnias indígenas no Nordeste ainda sem presença missionária, segundo pesquisa da Aliança Evangélica Indígenas do Nordeste e AMTB.
3. Reconhecidas pelo IBGE 2012.
4. Projeto Fronteiras – pesquisa entre comunidades tradicionais da Amazônia – dados parciais 2014. Associação Evangélica Pró Ribeirinhos do Brasil.
5. Missão Amigos dos Ciganos – Dados 2014. Associação Evangélica Pró Ciganos do Nordeste
6. Missão JUVEP – Dados 2014.
7. Fundação Palmares.
8. Os dados são parciais. Pesquisa em andamento pela Associação Evangélica Pró Quilombolas do Brasil.
9. IBGE 2012: 268.201 imigrantes no Brasil.
10. IBGE 2014.
11. IBGE 2010, 2012 e 2014.
12. Projeção de dados quantitativos por categoria socioeconômica.
( ULTIMATO ONLINE )

EVANGELIZAÇÃO - NORDESTE - Revista MDA

Piauí clama por salvação
O Estado nordestino é o menos evangelizado do Brasil, segundo dados do IBGE
Os evangélicos foram o segmento religioso que mais cresceu no Brasil, de acordo com dados do Censo 2010, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Entretanto, é preciso mais esforços das igrejas para que esse crescimento continue ocorrendo em todo o país. Em alguns Estados, o percentual de pessoas salvas fica abaixo dos 15%. É o caso do Piauí.
Segundo o levantamento, apenas 9,7% da população piauiense se declarou evangélica, o que representa pouco mais de 300 mil pessoas. Parece muito, mas ao compararmos com a população total (3,1 milhões), percebemos que há muito trabalho a ser feito no Estado.
O resultado do IBGE revela que o Piauí é a unidade da federação menos evangelizada. Sua capital, Teresina, ocupa a 25ª posição no ranking das que possuem o menor percentual de crentes do Brasil. Só 13,25% dos teresinenses entregaram suas vidas a Jesus, o que corresponde a 100 mil pessoas.
Outro dado triste mostra que das 30 cidades menos evangelizadas da região Nordeste, 11 são piauienses. Bocaina, a 322 km de Teresina, aparece nesse estudo, feito pelo Movimento Nacional de Evangelização do Sertão Nordestino, associação interdenominacional, sem fins lucrativos. Apenas 42 pessoas (1% da população) frequentam os cultos nas três pequenas igrejas do município.
Entre os bocainenses existem muitos alcoólatras e viciados em drogas; não há creche e nem cursos profissionalizantes para os jovens. A intercessão é necessária para que a graça de Deus seja derramada na cidade.
Os outros 10 municípios do Piauí com menor presença evangélica do Nordeste são: Betânia do Piauí, São Félix do Piauí e Milton Brandão, com 1% da população crente; Caraúbas do Piauí (1,4%); São Miguel do Tapuio (1,6%); Nova Santa Rita (2%); Várzea Grande (2%); Buriti dos Lopes (2%); Prata do Piauí (2%) e Santa Cruz dos Milagres (2,5%).
Janela Nordeste
Os Estados nordestinos lideram o ranking dos menos evangelizados do Brasil. A região possui cerca de 53 milhões de habitantes e o percentual daqueles que confessaram Jesus está em torno de 4%. Essa localidade concentra uma grande quantidade de pobres; a idolatria é uma característica marcante desse povo.
Depois do Piauí aparece o Sergipe nessa triste estatística. Apenas 12% dos sergipanos nasceram de novo, conforme aponta o Censo 2010. Em números absolutos, o Sergipe possui a menor população evangélica do País, cerca de 243 mil pessoas.
Com uma representação crente de 14%, os campos do Ceará ainda precisam de mais colheita. De acordo com o levantamento, 1,23 milhão de cearenses seguem Jesus, contra uma população total de 8,44 milhões.
O Pernambuco é o Estado com a maior concentração de evangélicos da região, tanto em números absolutos quanto em termos proporcionais. Um em cada cinco pernambucanos se declara protestante. Isso equivale a 20,3% da população.
O Sertão do Nordeste concentra 343 cidades das 485 cidades brasileiras com menos de 3% de evangélicos. Em muitos desses municípios a presença de crentes é quase nula.
Em entrevista à Revista MDA (edição agosto-outubro de 2013), o pastor Abe Huber, da Igreja da Paz Fortaleza (CE), disse que o alvo da instituição é implantar 1.000 igrejas no Sertão nordestino em 10 anos (2012-2022). Outros ministérios se comprometeram a fundar as outras 9.000, o que significa 10.000 novas igrejas em uma década na região. “O Nordeste é menos evangelizado do que muitos países da África e da Ásia”, afirmou o pastor.
Capitais brasileiras
Entre as capitais, Rio Branco, no Acre, possui a maior proporção de evangélicos. Totalizando 39,54% da população (120,8 mil pessoas). No lado oposto dessa pesquisa está Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, com apenas 11,65% de sua população convertida (155 mil pessoas).
Outra curiosidade é que as cinco capitais mais crentes do Brasil ficam na região Norte. Depois da capital acreana, Manaus (AM) possui 35,19% de seus habitantes convertidos. Em seguida, vêm Palmas (TO), Porto Velho (RO) e Boa Vista (RR), com 32,77%, 32,16% e 32,09%, respectivamente.
Em todas essas cidades o MDA tem cumprido o seu papel de ganhar almas para Cristo e cuidar bem delas. Na capital rondoniense, por exemplo, uma Igreja , com apenas nove de fundação, tem realizado um grande trabalho. Centenas de pessoas participam fielmente das células e dos cultos de celebração.
“Cremos que isso é apenas o começo. Nosso alvo para os próximos 10 anos é a construção da nossa Catedral do Amor, que irá comporta 10 mil pessoas sentadas. Cremos que é apenas uma questão de tempo e conquistaremos nossos objetivos”, acredita o pastor Jango Guimarães, líder da igreja.
Em termos absolutos, São Paulo é a cidade com maior número de evangélicos em todo o Brasil, segundo o IBGE. São 2,3 milhões de fiéis, porém esse número representa apenas 21,88% da população (20ª posição entre as capitais).
Brasil
Em todo o Brasil o povo evangélico foi o que mais cresceu no Brasil no período intercensitário. Em 2000, eles representavam 15,4% da população. Em 2010, chegaram a 22,2%, um aumento de cerca de 16 milhões de pessoas (de 26,2 milhões para 42,3 milhões). Em 1991, este percentual era de 9,0% e em 1980, 6,6%.
Já os católicos passaram de 73,6% em 2000 para 64,6% em 2010. Embora o perfil religioso da população brasileira mantenha, a histórica maioria católica, esta religião vem perdendo adeptos desde o primeiro Censo, realizado em 1872. Até 1970, a proporção de católicos variou 7,9 pontos percentuais, reduzindo de 99,7%, em 1872, para 91,8%.